CONDUZINDO A MUDANÇA COM O AUTOCONSUMO
Autoconsumo

A implementação do Autoconsumo, com recurso a painéis solares fotovoltaicos, permite produzir localmente a sua própria energia.
Assim contribui directamente para a redução dos custos energéticos e no melhoria da eficiência energética da habitação ou empresa.

O autoconsumo injeta a energia produzida na instalação de consumo depois disso eventuais excedentes de produção são injectados na Rede Eléctrica de Serviço Público (RESP).

Painéis Solares

Os painéis solares fotovoltaicos, tem um tempo de vida de pelo menos 25 anos mas quando mantida correctamente tem uma vida útil muito superior.
Os módulos solares fotovoltaicos têm uma garantia de 25 anos. Isto devido à ausência de partes móveis a manutenção será praticamente inexistente durante toda a vida.

Invertir no Autoconsumo – Unidade de Produção

Assim invertir no autoconsumo é um excelente passo para reduzir os seus gastos, os comerciais ZEEV, ajudam nos cálculos de rentabilidade.

Autoconsumo
A Unidade de Produção para Autoconsumo, instalada na habitação ou empresa, rege-se pelo Decreto-Lei n.º 153/2014 de 20 de Outubro.
Autoconsumo

08:00

Durante o dia o que é produzido pelo fotovoltaico é consumido instantaneamente pelos consumos da sua habitação.
null

16:00

Se a produção não for suficiente para satisfazer os consumos da habitação, a rede elétrica assegura o serviço

null

20:00

Durante a noite os consumos da sua habitação são assegurados pela rede elétrica.
QUERO UMA PROPOSTA

Aceito que utilizem os meus dados para o envio de newsletters referentes a novidades, promoções e descontos dos Produtos ZEEV.

Autoconsumo
TIRE AS SUAS DÚVIDAS

Como nasce um projeto de autoconsumo fotovoltaico?

Autoconsumo

A energia gerada pelo Sol é inesgotável.
Todavia o seu aproveitamento através de sistemas solares fotovoltaicos é uma das alternativas energéticas mais promissoras.
Assim após um contacto comercial, ocorre uma recolha de informações técnicas, que permitem o dimensionamento correto do sistema fotovoltaico.

Para efeitos de dimensionamento, tipicamente, são necessários recolher os seguintes dados:

• Faturas de eletricidade;
• Exposição solar do local de implementação do sistema fotovoltaico;
• Tipo de modelo a aplicar : UPAC (regime de Autoconsumo), UPP (regime de venda à rede);
• Tipo de sistema fotovoltaico: com ligação à rede, híbrido ou isolado.

Autoconsumo

O departamento técnico procede a uma análise do perfil de consumo diário e otimiza o sistema em função do mesmo.
A fim de se proceder à análise para instalar painéis solares, recorre-se a medições do terreno através do google maps.
Com todos estes dados, é possível optimizar a potência, utilizando fórmulas e algoritmos desenhados para tal.

Produção Fotovoltaica

De seguida escolhem-se os equipamentos a utilizar, as orientações e azimutes dos painéis.
Para que seja possível desenvolver um relatório de produção anual fotovoltaica.
Por fim a última fase, relaciona-se com a análise de custos e rentabilidades.
Assim para que seja elaborada uma estimativa comercial competitiva para o cliente, com um retorno sustentável.

Como o Fotovoltaico pode ajudar o seu negócio ?

Entrevista a Filomena Frade – Administradora @ Frutomania

A FrutoMania é uma das empresas inovadoras implantadas na Lourinhã, em pleno coração da região Oeste.
Foi Criada em 2015 e dedica-se à produção de pêra para o mercado nacional e internacional, fabrico de compotas e conservas, sobre a designação de Pêras&Companhia.
Tem como valores, a qualidade, a tradição e o respeito pela terra.
Assim sendo, investiu em sistemas fotovoltaico, que para além de promover a sustentabilidade, ajudou na obtenção de um importante certificado de qualidade.

A pêra é comercializada para mercado nacional ou exportação?

Frutomania dedica-se apenas à exportação e não comercializa, pois está integrada em uma organização de produtores (OP) e é esta quem comercializa a fruta.
Para tal foi necessário criar condições para adquirir a certificação da Global G.A.P., já que consiste num sistema de certificação independente para as boas práticas agrícolas.
Assim para tal devemos cumprir critérios definidos pela mesma ao nível de segurança alimentar.
Ou seja métodos de produção sustentáveis, bem-estar dos trabalhadores, o uso responsável da água, materiais compostos e de propagação de plantas.

O autoconsumo ajudou nesta certificação?

Sim. Na questão o fotovoltaico veio desse plano de investimentos.
Primeiramente preparou-se no sentido de obtermos certificação, e estar em condições de apresentar a empresa a uma OP e conseguir ser aceite.
Em segundo lugar,o autoconsumo tem em conta aspectos de eficiência energética, condições de manuseamento e de segurança alimentar que devem ser respeitas.

No que consiste o sistema autoconsumo instalado pela ZEEV?

O fotovoltaico é utilizado para a gestão da água, porque permite fazer a captação da água através das bombas de furo. Com o fim de a distribuir através do sistema de rega e o sistema de drenagem.
Com o sistema de drenagem, uma parte da água volta para o depósito e consegue-se reutilizar água, tudo isto alimentado por energia solar.

Os fotovoltaicos trazem rentabilidade financeira à empresa?

O nível de humidade do solo deve ser controlado e para tal é necessária uma drenagem da água.
Só que a cota do pomar é muito baixa em relação a do rio.
Portanto quando chove ou em situações de cheia, a água fica dentro do pomar e depois demora cerca de 1 mês a voltar para o rio.
Para canalizar a água tem de haver um auxilio de máquinas a abrir canais e o sistema de drenagem foi pensado para situações de emergência.
Ao passo que objectivo não é reutilizar, mas sim ter um nível de humidade aceitável para as árvores não serem afectadas, assim aproveita-se água.
Como há um desfasamento temporal e a rega não é feita no inverno, assim entre Setembro a Outubro tem de ser feita uma drenagem da água no solo.
Quando não existe consumo da rega, há consumo pela a drenagem, isto é a rentabilidade financeira desta estrutura é maior.

Quantas toneladas de frutas produzem?

Por campanha 40 toneladas com 3 hectares com produção neste momento.
Todavia 2 hectares vão entrar em produção no próximo ano num total de 15 hectares, com o intuito de ser em Abril do próximo ano.

É possível montar um sistema fotovoltaico na minha empresa?

Já que existe número de possibilidades de colocação de um sistema fotovoltaico, devido à grande variedade de módulos fotovoltaicos.
É altamente flexível podendo ser de várias maneiras, isto é em telhado inclinado, telhado plano, numa fachada.
Configuração mais eficiente mas um pequeno desvio para Este ou Oeste permite a geração de energia com eficiência.

Quanto tempo de vida tem uma instalação fotovoltaica?

O tempo de vida é de pelo menos 25 anos mas quando mantida correctamente tem uma vida útil muito superior.
Já que os módulos têm uma garantia de 25 anos e devido à ausência de partes móveis a manutenção será praticamente inexistente.

É necessário alguma manutenção numa instalação fotovoltaica?
A manutenção recomendada é apenas de limpeza periódica dos painéis por forma a garantir a máxima eficiência de conversão.

Posso ser produtor de energia eléctrica?

Actualmente a lei permite que qualquer pessoa (particulares e empresas públicas ou privadas) possa ser produtores independentes de electricidade. Consulte aqui a legislação.

Qual o tempo de retorno de uma instalação fotovoltaica?

Depende da sua aplicação mas actualmente a rentabilidade de um sistema fotovoltaico para venda à rede é de cerca de 6,5 anos.
Nos casos cuja finalidade seja assegurar as necessidades energéticas de uma habitação.
O investimento apenas é viável em locais remotos em que a rede eléctrica não está implementada.

Rentabilidade

Neste caso podemos indicar como tempo de retorno médio 12 anos, mas depende sempre do tipo de instalação e a seu objectivo.

QUER FICAR A PAR DAS ÚLTIMAS NOVIDADES DA MOBILIDADE?

FOLLOW US

hello@zeev.pt
Endereço de Email

(+351) 212 454 656

Geral ZEEV
suporte@zeev.pt
Suporte ZEEV